19.7.06

Não tenho razões para ser triste.
Não tenho razões para ser pessimista.
Não tenho razões para ser infeliz.

E, no entanto, sou-o.

2 comentários:

lililima disse...

Gostava de te deixar aqui um poema que, acho, tem muito a ver com o teu estado de espírito (mas é um bocado grande...). Procura-o, e depois dá-me a tua opinião, combinado?
É do José Mário Branco e chama-se Inquietação...

Drops of Jupiter disse...

Tens de passar mais tempo comigo para eu te fazer caretas, para eu te fazer cócegas, para eu te fazer rir!
Ânimo!
Bjo*