18.7.06

Cada vez me é mais difícil suportar esta insustentável existência do não-ser.

1 comentário:

catarina disse...

Estive em Praga, ne terra da Insustentável Leveza do Ser! (quando nos vemos?)