4.7.05

a Ti

Sei que não me ouves
Porque sei que não existes.

3 comentários:

Maharet disse...

Queria comentar pelas tuas magníficas palavras, João. Mas sinceramente, não me consigo expressar de modo a escrever qualquer coisa decente e capaz aqui. *clap clap* cada vez melhor, mais sucinto e tão sinestésico. Ainda bem que os teus pensamentos sairam do teu caderninho egoísta de bolso, e aterraram aqui. Parabéns, dos sentidos e sinceros. *
(e como compreendo a existência do irreal num mundo tão descontente)

Laranjinha disse...

Como sabes que esse tu não existe? Como sabes que ele não te ouve? Quem te garante que quem tu existes? Pode ser esse tu a existir e tu a não existires... Não dês respostas, não afirmes certezas. O Mundo e a Vida fazem parte do mesmo Universo de mistério. Quem sabe se também tu não és um mistério para ti mesmo?! Quem sabe se não és tu próprio que precisas de encontrar possiveis respostas para as tuas dúvidas? Possiveis porque nesta Vida não há certezas. Bjs*

menina do mar disse...

Brutal.