23.7.05

Carnalmente

Beijo-te. Sorvo-te.
Beijo-te e não te deixo respirar.
Sorvo-te e sinto-te fraquejar.

E provo-te e saboreio-te e sinto-te e consumo-te e trinco-te e arranho-te e mordo-te e rasgo-te e rompo-te.
E sorvo-te e beijo-te e não te deixo respirar e sinto-te fraquejar e abraço-te e não te largo.

E amo-te. Carnalmente.

4 comentários:

Maharet disse...

yammy*

Anónimo disse...

Tão poético. Espero que a mensagem tenha chegado ao destinatário

Laranjinha disse...

Como é grande o desejo... bjs

menina do mar disse...

Que força.