18.12.11

Tu tinhas-me. Eu era teu.
Tu perdeste-me. Não sou de ninguém.

Sem comentários: